Medicina? Jornalismo? Administração? Not anymore!

Olá pequeninos, perdi a noção do tempo ontem e jurava que era terça-feira, mas na verdade era quarta, então eu vou postar hoje para compensar o post de ontem. E antes de tudo, quero que vocês saibam que eu e a Kira não estamos abandonando esse blog. A Kira explicou o porquê da ausência dela, então não quero ninguém mandando recadinho, nem mention, nem depoimento dizendo “não aceita” no Orkut, perguntando o porque a Kira sumiu. Vocês sentem falta dela, eu sei, eu também sinto, mas por enquanto não podemos fazer nada. Ou podemos. Leitores de São Paulo, uni-vos para que possamos colocar fogo na Mackenzie, daí a Kira volta para BA e passa a aparecer frequentemente, de novo. Mas os sonhos dela estariam destruídos, então melhor não.

Uma hora ela volta. Gente, sabe que que eu tava pensando? Vocês podiam começar a twittar VoltaKira até entrar nos Trending Topics pra eu tirar print e mostrar pra ela né? Sei lá, acho que ela ficaria feliz. Mas essa ideia foi logo pro inferno porque nós ainda somos poucos para fazer alguma coisa entrar nos trending topics do Twitter.

Então, deixem-me explicar o título do post: eu contei num post passado todo o meu drama para mudar de sala, lembram-se? Pois bem. Minha mãe foi até à escola conversar com o diretor e de início, ele disse que não me mudaria, mas minha mãe mexeu seus pauzinhos (aprendeu comigo) e fez com que o diretor ficasse… disposto à falar comigo. Marcou, então, para o dia 15/02 às 08h00, enquanto a maioria de vocês estavam dormindo porque são uns putos. Deviam estar rezando por mim. Então, cheguei lá na sala dele pensando em que horas eu deveria começar à chorar, mas quando me dei conta, já estava chorando desesperadamente. Daí ele disse que para a sala que eu queria ir, ele não poderia me mudar pois não havia mais vagas.

Naquele momento, pensei em invadir o 3º D, matar uns 4 alunos aleatórios, arrancar a cabeça, pegar as 4 cabeças pelos cabelos e jogar na mesa dele e depois dizer: “diz que não tem vaga agora.”

Mas tudo bem, chorei e voltei pra minha sala. Mas eu não desisti. Eu poderia facilmente passar o dia inteiro e a noite inteira chorando na cabeça dele e querendo fazer com que ele me mudasse de sala. Eis que então ele pede para que eu retorne lá e eu já estava pensando no que falar e o quanto eu choraria, já estava arranhando meus pulsos para simular que tentei suicídio, mas então recebo a notícia de que… ELE ME MUDOU DE SALA.

TODOS COMEMORA

E à partir de amanhã, acho que vou poder entrar no 3º D e pegar na cabeça da Bruna o quanto eu quiser. E prometo não sumir mais, mas agora eu vou dormir, e desculpem pelo post pessoal…

Medicina? Jornalismo? Administração? Não, meu bem, vou fazer artes plásticas e ser a próxima Maria Do Bairro, beijão.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s