Volta às aulas fodendo a minha vida.

Como todos sabem – ou deveriam saber -, ontem minhas aulas começaram. Quem me segue no Twitter, viu que na quarta-feira à noite, eu estava prestes a ter uma síncope, um surto, ou qualquer coisa parecida:

E mais uma série de outros tweets em que eu me mostro mais revoltada que a população do Egito antes de Mubarak renunciar. Meus tweets não são trancados, então vocês podem ver clicando na imagem ao lado (a de cima) e olhar os tweets do dia 09 de fevereiro. Então, depois de toda essa revolta momentânea, fui deitar para tentar dormir pra estar um pouco menos pior na quinta-feira. Acontece que toda vez que as aulas começam – ou retornam, no caso do fim das férias de julho -, eu nunca consigo dormir. NUNCA. Eu fico rolando na cama a noite inteira e olhando para o teto na esperança de que ele se abra, um disco voador coloque uma luz verde na minha direção e me sequestre, para que eu nunca mais precise ir para a escola. Quando deu aproximadamente 05h10, levantei, tomei banho, tomei café da manhã, arrumei o cabelo, escovei os dentes, peguei o dinheiro, a mochila e saí. Tive que cumprimentar minha vizinha QUE JÁ ESTAVA NA RUA ÀS 06H10, CUIDANDO DA VIDA ALHEIA com um sorriso torto que escondia meu mau-humor e meu medo momentâneo, porque eu não gosto quando as pessoas vêem que eu estou com medo de alguma coisa. Peguei o ônibus e fui em direção à escola. Quando cheguei, os portões já estavam abertos e aquela multidão já estava aglomerada nas listas das salas de aula. Eu não estava com o mínimo de vontade de me misturar para poder olhar em que sala meu nome estava, mas então a Jéssica (também conhecida por Prost) e a Bruna foram lá e… MEU NOME NÃO ESTAVA NA MESMA LISTA QUE O DELAS.

Meu mundo que estava prestes à cair, caiu de vez e eu me controlei para não ficar assim:

MINHA LINDA NHONHO ❤

Só que eu nunca ficaria tão linda quanto a Britney Spears, que consegue ser linda até chorando. Depois de respirar fundo e ameaçar jogar uma bomba naquela escola, fui olhar onde meu nome estava e infelizmente, estava na mesma lista do pessoal do ano passado. Eu não tenho nada contra algumas pessoas daquela sala. De 36 alunos que tinha ano passado, eu detestava pelo menos 20 e o resto eu suportava por obrigação, porque eu precisava fazer trabalho em grupo e um trabalho em grupo não é nada sem um… grupo. E aí o conselho resolve me sacanear e me colocana mesma sala do ano passado? Nananinanão, meus jovens. Bateu o sinal, fui pra minha sala, que por sinal, tinha um papel com os dizeres “Classe Especial” colado na parede e na lousa estava escrito “Bem vindo à Fundação Casa.”

Quer dizer, as pessoas da minha sala, têm, pelo menos, 17 anos. E ainda são estúpidamente idiotas. Claro que não são todas assim, mas tem uns que pelo amor de Deus, eu me pergunto todos os dias porquê essas pessoas não têm uma morte trágica e dolorosa. Não sei, parece que quanto mais velhas as pessoas da minha sala se tornam, mais idiotas elas ficam. Ainda bem que isso não é contagioso.

Depois de fazer as breves observações e escolher quem eu mais desprezaria esse ano, caí em prantos e liguei pra minha mãe chorando e dizendo que haviam me colocado na mesma sala do ano passado. Ela me prometeu, então, que iria lá e falaria com o diretor e que era pra eu parar de chorar porque eu sou uma pessoa extremamente mimada e que o mundo não gira ao meu redor. Mas gira sim, todos sabemos que gira.

Depois que saí, vim pra casa, tomei banho, almocei e esperei minha mãe me ligar para que pudéssemos ir à escola conversar com o diretor, que depois de ver o meu drama, disse que faria o possível para me mudar de sala. Mas antes foi necessário dizer que sofro preconceito, que me deixam de lado na hora de fazer os trabalhos, que eu me sinto mal, que tenho problemas psicológicos e que queria mudar para o 3º D porque estudei com aquelas pessoas a minha vida toda e estava mais adaptada com eles, sendo que desprezo 70% das pessoas do 3º D, os outros 25%, acho insignificantes e os outros 5%, são os meus amigos, que são a verdadeira razão de eu querer mudar de sala. Hoje minha mãe foi até à escola de novo reforçar o pedido, e se não me mudarem, eu vou até a Secretaria da Educação com um advogado porque sou assim mesmo.

E agora rezem para que o diretor da minha escola não leia nada disso. Conto o que aconteceu no domingo e espero, na segunda, estar entrando na sala do 3º D ao invés de entrar na sala do 3º G.

Até domingo. xx

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s