Cinema nacional.

Boa noite, pequenas tulipas negras. Todos bem?

Vim aqui de novo para que vocês possam me amar muito, estão felizes? Ok, eu sei que não. Vamos ao post, né? Well, o título já é auto-explicativo, como vocês podem ver. Não sei vocês, mas eu, ultimamente, venho sentindo um baita orgulho do cinema nacional. Sério, passou de filmes sobre o sertão e favelas à comédias tão boas quanto as comédias americanas e filmes que, bem, embora sejam religiosos, ganharam meu respeito. Querem um exemplo? Darei três, porque sou assim mesmo.

Acho que vocês já devem ter visto Muita Calma Nessa Hora, certo? Esteve em cartaz em novembro do ano passado, mas não lembro a data da estréia. Conta a história de três amigas que vão para Buzios querendo mudar a rotina de suas vidas, e no caminho, elas encontram Estrela, que pede carona para o balneário onde pretende encontrar o pai que nunca viu na vida. sessão da tarde mode on E juntas, as quatro vão aprontar altas confusões e conhecer uma galerinha do barulho. sessão da tarde mode off.

Sem contar que tem um elenco muito bom e uma trilha sonora boa, também.

Vejam o trailer, e quem não viu, pode tratar de ir procurando o link para download que é muito bom, de verdade. E olha que eu sou enjoada pra filme. -s

Já viram De Pernas Pro Ar? Eu vi semana passada com um amigo meu, e caralho, que filme bom. Ri praticamente o filme inteiro. -s

De Pernas Pro Ar é a história de uma workaholic chamada Alice, que tenta se equilibrar entre a rotina de família e emprego, mas acaba perdendo o marido. E o emprego. Vendo-se muito louca do seu cu, resolve socializar com a vizinha, que foi a causa da perda do emprego dela, enfim, um rolo. Mas então a vizinha ensina à ela o que é viver, elas abrem um sexshop e ficam ricas. Eu até cogitei essa hipótese de abrir um sexshop em parceria também, mas isso é segredo.

Vejam o trailer aqui:

Eu poderia falar de Aparecida – O Milagre, mas esse filme me faz chorar, e eu não tô afim hoje. Vejam vocês: estou tão sem condições, que ultimamente, choro vendo A Pequena Sereia. Então, eu vou falar sobre o outro filme, que acho que ainda não está em cartaz, pelo menos nos cinemas daqui, mas vocês tem que levar em consideração que a minha cidade é na roça, então tudo aqui demora mais, ok?

A última comédia brasileira que eu escolhi para compôr esse post é nada mais nada menos que Desenrola. Priscila tem 16 anos e é uma garota normal, mais normal do que gostaria. Mora com a mãe que viajou a trabalho por 20 dias, deixando a casa, pela primeira vez, só para ela. É neste curto espaço de tempo que sua vida passa por grandes mudanças e diversas outras “primeiras vezes” acontecem: ela se apaixona, leva um pé na bunda, se sente em perigo, paga o maior mico de sua vida, e, ainda por cima, rola “a” tal primeira vez. Aos poucos ela vai descobrindo que nada é exatamente como ela esperava: o cara perfeito não é tão perfeito assim, a garota incrível é insegura, o garoto boçal é até meio romântico e seu melhor amigo talvez não conte tudo que rola com ele.

Tive que procurar a sinopse porque ainda não vi o filme, mas ok. Vocês podem ver o trailer aqui, ó:

E eu já tenho em mente o próximo filme brasileiro que verei: Bruna Surfistinha.

E depois que eu ver o filme, deixarei minha opinião. Se eu não gostar do filme, ignorem esse post. Mentira, não ignorem. E desconsiderem os possíveis erros de português. Well, então é isso, pequenas sereias. Vejo vocês na quarta? You know, you love me. xx

Your favorite queen.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s