Músicas satânicas.

Olá, nhonhocos e lindocas, todos bem? Well, eu havia prometido que não faria um post aleatório, então eu pensei, pensei, pensei… e não pensei em nada. Faltam ideias na minha cabeça, coleguinhas. Então de muitas horas de concentração, decidi fazer um post que vai ajudar os metaleiros e qualquer outra pessoa que ouve rock pesado – não necessariamente metal – e todo mundo acha que essas pessoas são satanistas ou algo do tipo. E queria dizer que acho tolice dizer que uma pessoa é satânica só porque ela ouve rock. Se quem ouve rock, é satânico, pagodeiro é o que? O Diabo em pessoa? Ok, sem mais delongas, vamos ao post.

Quem aí se lembra de quando era apenas um cotoquinho, com 7 anos de idade? Ah, a infância… horas e horas na rua jogando bola ou brincando de boneca, brincando de pique-esconde… Era muito bom, HAHA. Mas, vocês se lembram das MÚSICAS que vocês ouviam aos 7 anos de idade? Rouge? Bro’z? É O Tchan? Gino e Geno? Sei lá, só sei que ninguém aos 7 anos de idade ouvia Bon Jovi, Metallica e Marilyn Manson. Aos 7 anos de idade, a criança não tem um gosto musical formado e ouve de tudo. Eu, por exemplo, ouvia Rouge, Bro’z, É O Tchan, Gino e Geno, Gil Maionese… de tudo mesmo, sabe?

Mas hoje com o passar dos anos, eu me peguei ouvindo Rouge. Ok, é vergonhoso revelar isso, mas eu revelei. E sabe o que eu descobri? Rouge, É O Tchan, Gil Maionese e até mesmo Gino e Geno têm músicas com mensagens subliminares, querem ver? Eu nem precisei me dar o trabalho de inverter a música, porque a mensagem subliminar está NA CARA, só não vê quem não quer.

Avaliemos Rouge, primeiro:

Comentário: Esse “Diego”, era um marginal, praticamente. Um marginal que invocava o demônio, só que ninguém percebe porque trocaram “demônio” por “ragatanga”, e o refrão dessa música deve ser alguma invocação, sei lá, PORQUE NÃO HAVERIA EXPLICAÇÕES LÓGICAS para alguém compôr uma música dessa.

Resultado: Satânica.

Vamos avaliar aquela música da Gil Maionese agora, tá?

Comentário: Reparem no começo: “batendo palmas pra baixo e pra cima, o povo levanta e canta e grita”. Isso parece um ritual satânico, certo? Não parece, é. E também tem a parte do “ele me bate, bate feito maionese”. Isso incentiva pequenas garotinhas inocentes à aceitarem tomar uns tapas na cara do marido, no futuro. Sem contar que “no ombro, uma tatuagem, camisa desbotada e um bermudão”… Isso pra mim é um marginal. Gil Maionese, se você quer apanhar, apanhe sozinha, ok?

Resultado: Satânica e Submissa.

E por último, fiquei em dúvida entre analisar É O Tchan ou Gino e Geno, mas decidi que avaliarei É o Tchan, porque as músicas são bem mais… avaliáveis.

Todo mundo lembra dessa música, né?

Comentário: A putaria rola solta nessa música, colegas. Está tão explícita que até um cego vê e um surdo ouve. É O Tchan, na verdade, só fazia música desse tipo E NÓS, CRIANÇAS INOCENTES nos deixávamos levar pelo ritmo contagiante e dançavamos essas coreografias que, se fosse hoje, deixaria todos os pedófilos eretos. Mas, como na nossa época (me senti velha) não tinha pedofilia como nos dias de hoje, FOMOS SALVOS pelo gongo. Ou por quem vocês quiserem.

Resultado: Satânica que influenciava crianças a fazerem sexo.

E então, pais e mães que julgam seus filhos por ouvirem músicas que só contém gritos e riffs de guitarra, quem são os satanistas agora? Revejam seus conceitos e aprendam que não vale a pena julgar ninguém pelo gosto musical, tá?

Tá bom gente, essa avaliação nem é oficial, mas o que eu disse faz sentido. Ainda bem que hoje nenhuma desses grupos musicais existem mais, né? Se não os orifícios anais das pequenas crianças não seriam perdoados.

Vejo vocês… domingo (?) com outro post desses, que vai salvar o orifício anal de vocês. Não, não vai salvar. Não sei mais o que eu estou falando, já que eu passei a noite em claro e poderia simplesmente ir dormir, mas não queria deixar vocês sem post e estou aqui escrevendo.

Relevem os erros de português, se houver, tá? Eu tô realmente com sono, rs. Então até domingo, meus tchucos e tchucas.

E lembrem-se: esse é o nosso segredinho (Scar feelings, rs) NADA DE RALAR A TCHECA, NEM DE APANHAR DO MARIDO E NEM DE FAZER RITUAL SATÂNICO.

Mas se você ficar rico com o ritual satânico, me fala que eu faço também. Just kidding.

You know, you love me, xx @nanypeople.

Ps: Não sou a Nanny People e nem sei o Twitter dela. Ai, tchau. Até domingo.

Uma resposta em “Músicas satânicas.

  1. Manu,qndo eu era criança eu ouvia e cantava as vezes eu percebia as mensagens e tals mais tbm tem a Kelly Kie q incentiva sexo tbm…graças a Deus num tem mais esses bang…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s